Conseguindo um emprego, no exterior, ou no Brasil.

Arthur Abeilice
8 min readOct 7, 2021

Esse resumo criado baseado na experiência que eu tive e também a de alguns conhecidos. Experiência adquirida na busca por um trabalho no exterior, feito com ajuda de pessoas e amigos que conheci durante a vida profissional. Vagas no exterior pagam com moedas fortes que geralmente sofrem menos inflação ou possuem um poder de compra superior às vagas brasileiras de mesmo nível e/ou até mesmo nível inferior.

Como trabalhar no exterior.

Primeiro de tudo é importante você ter um inglês fluente. Se não tiver um inglês suficiente para se comunicar com seus pares de serviço é necessário focar em melhorar isso inicialmente.

Para trabalhar no exterior além de um inglês de ponta, será necessário de se ter uma dessas coisas: Um currículo qualificado ( experiência, atividades extra curriculares, faculdade boa); Networking, um contato que possa te indicar, te dar aval para trabalhar fora, ou até mesmo recomendar; Um portfólio considerável que prove domínio sobre habilidades exigidas pelos entrevistadores; Algum destaque ou relevância na área e ou rede sociais para que queiram te convidar.

Além de um desses quesitos você vai ter que saber se portar em uma entrevista, fazer a mesma em inglês. Para isso é bom que faça entrevistas em várias empresas com intuito de ganhar experiência, mesmo que não passe no processo. Com isso você adquire um meio de saber se vender, mostrar o seu valor , de forma que a empresa possua um interesse em saber mais de você e quem sabe te contratar.

Também é bom se preparar para entrevistas técnicas. Entrevistas técnicas podem ser simples, também existem complicadas, procure saber sobre a empresa. Muitas vezes vão te pedir para completar um desáfio de algoritmo e/ou um pequeno projeto, como também perguntar notas de rodapé e outros detalhes sobre linguagem e ou programação.

Uma dica boa sobre as entrevistas e para elas, de empresas maiores, é estudar o livro “Cracking the code interview”, vai te preparar como se prepara para vestibular.

Montando um curriculo de TI

  • Liste todas faculdade/cursos de TI que você fez, além de outros cursos relevantes.
  • Descreva e liste a experiência que você ja teve com programação, como freelance e desenvolvedor. Tente explicar em até 5 pontos o que foi feito: “programei na arquitetura x, ajudei com manutenção , etc”.
  • Escreve as linguagens que você sabe falar e o nível de proficiência. ( ingles-fluete, espanhol - básico ). Níveis sendo básico, intermediario, avançado e fluente/nativo.
  • Em uma parte do currículo é importante listar todas linguagens de programação e frameworks relacionados, como Java(Spring) , PHP (Laravel,yii) , Javscript(Node, Express/ React, Vue.Js).
  • Em outra parte liste ferramentas que você usa e tem dóminio , mas que não são linguagens, como: (Postman, Insomnia, Docker) e padrões, conhecimentos sobre a área eu também listaria aqui.
  • Caso exista alguma outra área que tenha mais competências é interessante demonstrar em uma lista ou certificação.
  • É interessante falar sobre você um pouco, se já fez filantropia, ganhou algum premio, participou de algum evento, fez iniciação cientifica, participou de algum grupo e ou projeto. Nesses pontos falar ano e qual área de atuação.
  • Colocar todo o conteúdo em uma página apenas, as outras págians de um currículo é raro que uma pessoa do RH venha a observar.
  • Linkar a sua conta do github , com exemplos de códigos bem feitos p/ exemplo de seu conhecimento na área.
  • Linkar seu linkedin e um email p/ contato.

Como aumentar suas chances:

  • Saiba sobre : Agile/Scrum e Git
  • Esteja por dentro das techs/linguagens que mais possuem vagas.
  • Faça um curso de 25 reais no Udemy sobre a linguagem, coloque o certificado no seu linked-in e os projetos feito no curso em seu github ( custa um tempo mas te garante vantagem ).
  • Coloque no header do seu Linkedin algo, como: Backend Developer Node, ou FrontEnd DEveloper React, FullStack Go , Vue, etc. Uma descição que sejá relevante para a vaga que deseja/ área que deseja, como a posição + a linguagem(ns) que você domina.
  • Fazer os quizes de Skills , do linkedin, que levam 15 minutos. Eles te dão uma badge e faz com que seu perfil apareça na pesquisa dos recrutadores que filtrem por alguma skill.
  • Colocar no seu perfil que você está procurando vaga, clicar em ‘open to’ e em ‘finding a new job’.
  • Descreva, no seu linkedin, nas vagas e em seu campo de about um resumo de o que vc já fez na programação, o que você tem interesse. ( esse resuminho vc pode colocar em emails quando estiver procurando por vaga e também em seu um pitch de venda sobre sua pessoa )
  • Use foto pessoal em suas redes sociais, whatsapp, email ,etc. Outras imagens não relacionadas acabam afastando sem querer recrutadores, eles querem saber que estão falando com outro ser humano.
  • Saiba contar sua historia e o que vc já fez em 30 segundos e também em 2 minutos, para você conseguir falar isso nas entrevistas.

Contractor vs Full Time.

Nos Estados Unidos da América, e em outros países também, você vai ter que escolher o regime de trabalho. O contrator recebe por hora trabalhada, é como se vc fosse contratado apenas para um projeto específico. Já o full-time é fazer parte do campo de funcionários da empresa, podendo ou não ser pessoa juridica.

No meio de Tecnologia da Informação, que é o meio que pertenço, haverá menos disparidades entre os dois regimes, mas um full time as vezes terá hora de começo e fim , cronogramas, calendário enquanto um contractor teria mais flexibilidade, afinal ele seria como um prestador de serviço terceirizado, aqui no Brasil quase a mesma ideia , se não a mesma, de um PJ.

Além de que um contractor também pode prestar serviços a outras pessoas, empresas, dependendo do contrato que assinar.

Conta PJ (Pessoa Jurídica)

OK, você vai ter que criar um CNPJ caso não queira pagar exorbitantes 27,5% de impostos que não serão revertidos para a sociedade por viver no Brasil, então vá atrás de um contador e ou um amigo contador, outra opção boa é sites de contadores especializados para TI, abre seu CNPJ e converse procure entender o melhor regime de declaração.

Como PJ, empresa, você terá de emitir DARFS, Invoice, etc e também ter uma Conta para receber no exterior e um serviço de transferência da moeda/transformação em REAL, me recomendaram dois serviços muito bons que é o Husky e o Payoneer. Também conheço o bitwage que acho interessante para quem gosta de criptomoedas e quer usar elas para transferir e não bancos.

Essa é a forma que acho mais interessante de receber, porque aí você escolhe seu plano de saúde, e outras bobagens que às vezes a vaga de emprego te daria e você nem queria, não ia usar.

Procurando o emprego:

Primeiramente procure por uma empresa, amigo, conhecido, familiar que saiba fazer currículo direito, se seu currículo tiver sido feito no word, jogue fora. Faça algo esteticamente agradável, essa é a sua oportunidade de ouro de conseguir sua vaga. Também pode se criar um site portfólio, leva mais tempo de preparação e mesmo assim precisa do currículo normal.

Escreva também uma cover letter, uma carta de apresentação sua, falando quem você é, do que você gosta, o que você já fez. Se tiver algum professor, empregador e ou conhecido com influência, e eles confiem em você, peça uma carta de recomendação para enviar aos setores de RH é mais um elemento para se agregar a chance de ser selecionado para entrevista.

Agora é a parte fácil , basta começa a procurar , preencher formulários e enviar currículos. Nem todas as empresas vão te chamar para a primeira conversa então você não deve desanimar e continuar mandando constantemente para várias empresas e começar a participar de entrevistas.

Aviso

Não desanime, por mais que você não esteja recebendo respostas , é uma media de 3 respostas para cada 100 emails que você envia. E muitas delas falando que não se interessou pela sua pessoa, mas algumas entrevistas você vai ter oportunidade de participar.

Existe um critério em marketing digital que se chama taxa de conversão para cada X pessoas atingidas por uma propaganda marketing Y vão clicar e W vão comprar, conseguir uma entrevista passa pela mesma ideia. A cada X que você enviar aplicação Y vão te chamar para entrevista e W vão te fazer uma proposta e talvez te contratar. Então caso você queira aumentar as propostas que você recebe tem que aumentar o número X de tentativas.

Plataformas para conseguir aquele trampo;

— Esses são os sites que eu conheço e usei para procurar:

LinkedIn; Dificil de conseguir resposta aqui, por ser mtas pessoas aplicando.

We Work Remotely;

Dribble Jobs; (UX/UI e trampos de design)

AngelList;

Jobspresso; Na parte de Jobs do site.

Stack Overflow;

Workable;

Flexjobs;

CyberCoders;

Esses são apenas alguns sites que já usei, alguns inclusive possuem vagas que são para pessoas fora da área de TI, e eu coloquei eles na ordem de prioridade que daria.

Plataformas Brasileiras para conseguir trabalho também

Olha são sites um pouco cafona, mas faz parte, tem bastante vaga, nem sempre respondem.

Catho

ProgramaThor

Revelo

indeed

vagas

empregos

Tive uma experiência positiva com a Relevo e outras pessoas também recomendo experimentar a mesma.

O que fazer se não conseguir nenhuma vaga? Nenhuma resposta?

Procurar empresas para trabalhar remoto, pegar uma lista de 100/10 , ou lista de empresas/ startups da sua região ( porque da sua região? Talvez seu currículo precisa de mais experiência), com essa lista entre no site de cada uma das empresas, procura no site se tem a página de vagas/jobs/carrers e se tiver tentar alguma vaga por ali, se não tiver a página faça o seguinte pegue o primeiro e-mail de contato que achar no site ou google da empresa e envie um email, com seu currículo, perguntando se tem vaga na área e dizendo que se interessa pela empresa, eles podem redirecionar para o setor.

Essa abordagem de outbound de ir até a empresa, ao invez de receber a vaga em um site de vagas, possuí uma maior chance de conseguir uma entrevista e até mesmo uma resposta por email.

Uma variação dessa abordagem de conseguir a entrevista por email ou na página de vagas é a de você procurar o setor de RH , tech recruiter ou o termo que usem para recrutador no Linkedin e conectar com o sujeito. E assim mandar uma mensagem, com um paragrafo curto sobre você, dizer que tem interesse na empressa, se eles não possuem uma vaga na área, se poderia mandar o currículo, pedir para analisarem.

Outra forma de achar empresas é procurar sobre empresas que ganharam e ou progrediram em rodadas de investimento, como : notícia exemplo. Existem sites que falam sobre esses aportes, ai é uma questão de pesquisa diaria para tentar. Geralmente empresas que recebem o aporte não possuem a infraestrutura e o RH necessário para conseguir contratar e entrar em contato direto e pedir uma oportunidade é um otimo jeito de conseguir uma entrevista.

Outra forma valida é procurar no google vaga de PRogramador, vaga de designer e ir na seção de noticias. Isso é bom porque as empresas pagam para veículos de noticias fazerem materias sobre isso para conseguir candidatos exemplo , pesquisando “vaga programador senior bh” , primeiro resultado: https://forbes.com.br/carreira/2021/12/ha-vagas-centenas-de-oportunidades-em-startups-para-2022/ . Entre nas notícias e siga o fluxo até conseguir mandar email e ou se inscrever no processo.

Boa sorte se divirta ! O dinheiro é importante mas não se esqueça de passar tempo em família e amar o próximo.

--

--